fbpx

Weintraub é convocado no Senado para para explicar declarações em reunião ministerial

 


Em sessão remota nesta segunda-feira (25), o Plenário do Senado aprovou a convocação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para explicar as declarações que fez em 22 de abril, durante reunião PRIVADA com o presidente da República e outros ministros.

O vídeo da reunião foi divulgado após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, devido ao inquérito que apura as acusações do ex-ministro Sergio Moro sobre suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

No vídeo dessa reunião, Weintraub disse a frase que viralizou nas redes sociais: “Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”. Desde então vem sofrendo diversos ataques e até pedido de impeachment.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

9 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Parabéns pela matéria, Bruna!
    Um absurdo qualquer ilação sobre uma reunião particular. Eles estão cada vez mais ridículos!

  • Ou seja, querem obrigá-lo a repetir em reunião aberta, para criar prova contra si mesmo. No lugar dele, os lembraria que a exibição da reunião constituiu um crime, não podendo ser, o produto de um crime, ser utilizado para qualquer fim legal.
    No mais, me resumiria a informar que, se alguém não entendeu, que veja o replay.
    Ah, vá! #GoWeintraub

  • Simplesmente nem precisa ir. A divulgação foi ilícita, decorreu de um crime de abuso de autoridade. Eu até iria, depois de reagendar umas três vezes. Para simplesmente repetir essa frase. Não responderia a nenhuma pergunta relacionada à reunião.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...