fbpx

WhatsApp inicia censura contra quem não se alinha eleitoralmente à esquerda

 


Dois candidatos a deputado do Partido NOVO tiveram suas listas de transmissão banidas do WhatsApp, empresa ligada ao Facebook.

Os candidatos reuniram voluntariamente mais de 30 mil contatos. Poit produz vídeos há um ano e oito meses e usava a lista para distribui-los.  Sua página no Facebook reúne mais de 260 mil seguidores. A de Daniel Jose reúne mais de 85 mil seguidores.

A alegação da empresa é a violação dos termos de uso, negada pelos candidatos. Em sua página, Daniel Jose alega: “Nos foi comunicado uma série de denúncias em um dia que nem havíamos mandado uma mensagem”. Reitera que foi muito estranho acontecer a dois dias do início da campanha eleitoral.

Ambos os candidatos incomodam a esquerda com vídeos abordando Segurança Pública, Privilégios, a (In) Justiça brasileira, Censura, Caos na Venezuela, Desconfiança nas urnas eletrônicas entre outros.

Vinícius Poit considera que pode ter havido denúncias ensaiadas com o objetivo de sabotar sua lista de transmissão.

Enfatiza, porém, em sua página: “Quando uma empresa gigante de tecnologia, como o WhatsApp, começa a implementar BUROCRACIA & CENSURA típicas de governos tiranos, a democracia sofre e a renovação política fica quase impossível…”

Não é de se surpreender. Na página de Termos de Uso do WhatsApp, em Atualizações Importantes, encontramos:

“O WhatsApp agora, faz parte da família de empresas do Facebook. Nossa Política de Privacidade explica como estamos trabalhando juntos para melhorar nossos serviços e ofertas.”

Sobre o Colunista

Redação Terça Livre

Redação Terça Livre

15 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Gente, que matéria tendenciosa hahahaha.
    WhatsApp com a esquerda e governo tirano, que? Os números só foram retirados por conta de quem recebia as mensagens terem alegado spam, só isso. Sendo verdade ou mentira por parte dos usuários isso não tem ligação com tirania. WhatsApp é uma empresa privada e uma lista de 50K não é uma lista que eles se dariam ao trabalho de monitorar.

  • O dono do Facebook tem quase que monopólio em rede sócias já que è do do what sap Facebook e Instagram e outros . Se uma empresa tem monopólio ela não pode ser 100% privada . No caso o tal dono do Facebook e está respondendo processor nos eua por causa disso .

  • O whatsapp, facebook, twitter, só banem páginas de conservadores. Isso o JEGUE das 18h27m, vulgo Lucas, não diz. Vaza daqui, esquerdalha.

  • Spam pra uns que poderiam apenas bloquear, e como ficam a maioria das pessoas que estavam em contato com esses caras?
    Não seja estúpido esquerdinha, fica aqui vigiando igual urubu e tentando justificar censura, pior ainda é justificar com achismos e informações tiradas do próprio c*.

  • O fato é que não tem nem como discordar
    Pois desde a época do Impeachment da Dilma, por ordem do Governo o Facebook exclui postagens de críticas ao governo e seus chacais.
    E já estava demorando muito para o WhatsApp começar a fazer o mesmo.
    E é um probleminha fácil de resolver
    É só a galera começar a usar outro aplicativo, aí eles começam a perder dinheiro e param com a palhaçada
    Ah e Lembrando que já foi anunciado que o WhatsApp apartir do ano que vem vai ter propagandas ou seja vai virar um classificado e distribuidor de Malwers
    Eu recomendo o uso do Allo da Google ou telegrama por enquanto

  • O que deixa-me tranquilo é que as redes sociais que, hoje, atacam os direitistas, no futuro, atacarão os esquerdistas, é só questão de tempo.

  • Pense em uma equipe dedicada a postar coisas em listas.
    Imagina o processo…
    Quero postar uma mensagem avisando de uma evento do candidato. São 120 listas e só posso postar 4 listas por vez em um intervalo de 30 minutos.

    Algo mais ou menos assim:
    1. Postar em 1 lista (4 vezes)
    2. Esperar 30 min.
    3. Postar em mais 4 listas (lembrando de controlar os envios em uma planilha para não publicar repetido).
    4. Esperar mais 30 min.
    5. Postar em mais 1 lista. (Repetir 4x)
    ….

    No final das contas, enviar um evento para 30 mil inscritos é um processo manual que demora, no mínimo, 15 horas.
    E noTelegram, como é: postar mensagem no canal. Fim.
    (Lembrando que ainda pode usar o @IFTTT, nem precisando entrar no Telegram)

    Agora imagina se anteciparem o horário do tal evento e você precisa corrigir rapidamente a mensagem anterior? Kkkkkkk
    Custava o candidato publicar: “Quer estar informado sobre a campanha? Baixe o aplicativo Telegram e se inscreva no endereço abaixo”. O Telegram é o melhor aplicativo para divulgação em massa, acordem!
    “Leonardo”

  • #VemProTelegram

    Ele possui recursos muito superiores ao seu concorrente whatsapp como:
    – Usar no computador, tablet ou outro smartphone independente do celular;
    – Editar mensagens;
    – Plataforma em nuvem com limpeza automática;
    – Supergrupos com até 10.000 pessoas!;
    – Canais e muito mais!

    Achou legal? Acesse:

    https://telegram.org/dl

  • O imbecil das 18:27 pode citar candidatos do PSOL, por exemplo, que passou pelos mesmos constrangimentos dos candidatos do Novo?
    Imbecil, dissimulado, hipocrita!!!
    Ao qie diz que a direita é vitmista, outro imbecil, massa de manobra, usando tática já manjada pra acusar.
    Vc é idiota, rapá! É medíocre!!!

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...